Fehidro I - Análise físico-ambiental da bacia do rio do Chapéu: subsídio a ações preventivas e mitigadoras do assoreamento do rio no município de São Luiz do Paraitinga

Publicado em 23 de agosto de 2012

Projeto Fehidro 2009-PS-178 / Contrato 087/2009
 
Duração
Novembro de 2010 a Setembro de 2013
 
Objetivo
Realizar análise físico-ambiental da bacia do Rio do Chapéu a fim de gerar um documento final para a implantação de estratégias e projetos de prevenção e mitigação da erosão do solo e de processos de assoreamento do rio, contribuindo para a geração de uma política pública municipal de preservação e recuperação dos recursos hídricos.
 
Localidade
Bacia Hidrográfica do Rio do Chapéu, em São Luiz do Paraitinga
 
Metas
Construir banco de dados georreferenciado da bacia do Rio do Chapéu;
Gerar mapas temáticos a partir de imagens atuais ortorretificadas da bacia;
Complementar e disponibilizar banco de dados ao acesso público, em formato digital;
Elaborar relatório técnico final indicando ações preventivas e mitigadoras da erosão do solo e assoreamento do rio;
Produção, impressão e divulgação de materiais técnicos com os resultados do projeto
Gerar um documento final para a implantação de estratégias e projetos de prevenção e mitigação da erosão do solo e de processos de assoreamento do rio do Chapéu, principal afluente do rio Paraiba do Sul no município. 
 
Resumo
A realização desse projeto proporcionou a sistematização de dados que permitiram um profundo conhecimento dos processos atuantes na bacia do Rio do Chapéu.O volume de dados compilados permitiram identificar situações predominantes no uso do solo da bacia e particularidades do meio físico e da interação antrópica dificilmente verificáveis sem a implementação de uma base dados georreferenciados, o que se observa no cadastro de propriedades rurais da bacia, na proximidade entre a malha viária e a rede de drenagem, na classe de uso econômico do solo predominantemente pastoril, na detecção pelos próprios residentes na bacia quanto a gravidade e existência de processos erosivos, dentre muitas outras inferências possibilitadas pelos dados gerados nesse projeto.
 
Os produtos gerados a partir do banco de dados ambientais da bacia hidrográfica do Rio do Chapéu serão apresentados com amplo acesso, na forma de uma publicação digital onde serão encartados os mapas, resultados tabulares gráficos e considerações acerca dos fenômenos relacionados aos processos ambientais atuantes e da situação dos meios físico e antrópico verificados da bacia. 
 
A disponibilidade dos dados e a replicabilidade do método de análise dos processos atuantes na bacia constituem-se em ferramenta importante para subsidiar a tomada de decisão com conhecimento profundo dos pontos críticos a serem tratados na direção da conservação e preservação da água e do solo, alinhados com as metas do plano de bacias e com a necessidade urgente de reversão na curva de degradação ambiental de nosso tempo.
 
Parceiros
NSV/PESM/FF – Prefeitura de São Luiz do Paraitinga – UNITAU/IPABHi
 
Financiador
FEHIDRO – Bacia do Paraíba do Sul