IZ programa Dia de Campo ainda este mês

Publicado em 14 de dezembro de 2015

1º DIA DE CAMPO - IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA SILVIPASTORIL COM MOGNO AFRICANO EM PASTOS DE CAPIM-MARANDU. No dia 17/12/2015 (quinta-feira) o Instituto de Zootecnia promoverá o 1º Dia de Campo “Implantação de sistema silvipastoril com Mogno Africano em pastos de capim-Marandu”. O evento acontecerá no Instituto de Zootecnia, Nova Odessa/SP, das 8 às 13h, e é voltado para produtores rurais, profissionais, pesquisadores, técnicos de extensão rural, estudantes e agentes financeiros.
 
Os participantes do evento terão a oportunidade de aprender e vivenciar técnicas de plantio de Mogno Africano em pastos formados de capim-Marandu, e discutir as vantagens e os desafios à sua adoção.
 
Os sistemas silvipastoris têm despertado grande interesse na agropecuária em razão da necessidade de se conceber novas alternativas de exploração agrícola que sejam biológica, econômica e ecologicamente superiores aos sistemas convencionais de uso da terra (monocultivos). São uma modalidade de sistema no qual espécies arbóreas e forrageiras são cultivadas em uma mesma unidade de área simultaneamente, com a presença de animais. A silvicultura e pecuária associadas podem gerar produção complementar pela interação de seus componentes, diversificando a atividade e a renda do produtor rural, independente do tamanho de sua propriedade. Além de melhoria na eficiência de uso da terra, podem contribuir com o sequestro de carbono e mitigação da emissão de gases de efeito estufa (metano e óxido nitroso), gerando serviços ambientais.
 
Espera-se contribuir com informações para que os pecuaristas possam contar com mais uma opção de atividade como alternativa de diversificação de renda, que seja viável e lucrativa na produção animal e madeireira, e que gere ganhos ambientais.
 
Este projeto integra o “Programa de Produção Animal em Sistemas Integrados” do Instituto de Zootecnia (PROPASI), que tem como objetivo identificar e avaliar sistemas de integração de produção em suas diferentes formas e/ou integrados entre si, demonstrando viabilidades técnica e econômica, e seus benefícios ecológicos e ambientais. O PROPASI abrange estudos em sistemas de produção como pastagens consorciadas, integração lavoura-pecuária, integração lavoura-pecuária-floresta, sistemas silvipastoris e confinamento, que visam fornecer bases para promover a produção agropecuária de forma sustentável.
 
Participação: gratuíta
 
   Programação:
8h00 às 9h00 – Inscrição
9h00 às 9h15 – Abertura
9h15 às 9h45 – Lançamento dos programas do Instituto de Zootecnia
10h00 – Dinâmicas a campo:
Estação 1: O Mogno Africano e técnicas de plantio – João Augusto e Canrobert Tormin Borges (Mudas Nobres).
Estação 2: Acompanhamento do crescimento de árvores – Dr. Miguel Luiz Menezes Freitas (Instituto Florestal);
       Controle de custos – Dr. Jose Arimateia Rabelo Machado (Instituto Florestal);
       Controle de formigas – Wilson Contieri (Instituto Florestal).
Estação 3: Tecnologia Plant Defender a serviço do produtor rural – Francisco de Assis Ribeiro (Plant Defender).
Estação 4: Balanças para pesagem e gerenciamento da produtividade de bovinos - Karina Saraiva Dametto (Toledo do Brasil).
Estação 5: Cercas elétricas para contenção de bovinos e proteção dos renques de árvores – Robson Maciel da Silva (Tru-test).
Estação 6: Programa Leite + (+ resiliente, + saudável, + humano) – Dr. Aníbal Eugênio Vercesi Filho (Instituto de Zootecnia).
13h00 – Encerramento
 
OBS: Vagas limitadas !