Participantes do grupo de Silvipastoril do PDRS criam engenhocas para auxílio na implementação de piquetes

Publicado em 15 de outubro de 2015

As implantações dos sistemas de pastagens agroecológicas elaborados pelos agricultores de São Luiz do Paraitinga e Natividades da Serra e a equipe técnica da Akarui estão rendendo diversos frutos.
 
As cabeças botadas pra funcionar aguçou a criatividade do pessoal e tecnologias de baixo custo adaptáveis à agricultura familiar estão surgindo. Os agricultores José Verissimo e Vantuilde Ribeiro e sua companheira Santina elaboraram diferentes maquinas para auxiliar a instalação dos arames nas cercas divisórias dos piquetes.
 
A engenhoca consiste em uma maquina que solta o arame sem deixar que enrole podendo assim estica-lo com mais facilidade e fluidez. Até rolamento de esteira ergométrica foi reutilizada para melhorar o desempenho do equipamento.
 
Estes momentos criativos acontecem após a participação dos agricultores nas oficinas de capacitação para implementação dos sistemas de pastagem rotacionada. Com o material fornecido para parte das áreas pelo próprio Projeto, os participantes se comprometem a sua instalação, que acontece de forma individual, mas principalmente nos mutirões previamente agendados em comum acordo entre todos, nas reuniões mensais com a equipe técnica do Projeto.
 
Para conhecer mais sobre este Projeto, acesse PDRS.
 
Texto e foto: Marina Fagundes