Participantes do PDRS de reúnem para definir próximas atividades

Publicado em 20 de julho de 2015

Em conjunto com a equipe técnica do Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável, os agricultores participantes se reuniram no Distrito de Catuçaba para definir os próximos passos das atividades previstas. Assim como os integrantes do grupo de Silvipastoril, os integrantes do grupo de Sistemas Agroflorestais participaram da mesma reunião, para relembrar as origens da proposta do Programa.
 
O Programa que foi aprovado em abril de 2014 tem os seguintes objetivos: Fortalecimento do grupo; Melhoria da produção, com a instalação de 12 unidades de estudo (U.E.); Acesso ao mercado com foco na comercialização e uso destas Unidades de Estudo para a elaboração de  políticas públicas.
 
A reunião teve inicio com a dinâmica da teia, onde cada pessoa, ao segurar uma parte de um grande barbante, foi contando o que o motivava a participar do Programa. Ao passar esse barbante parar outra pessoa, formava uma teia. Assim os participantes puderam fortalecer a ideia de grupo e as responsabilidades entre todos os envolvidos.
 
Como na mística realizada com os barbantes no início, a equipe técnica colocou a fundamental importância da participação dos agricultores, para agilizar as ações e fortalecer os grupos para futuras captações de recurso. Um dos pricipais desafios é transformar em compartilhada a gestão do projeto. Nesse momento a responsável pela parte administrativa do PDRS Ivanízia dos Santos, apresentou para os agricultores a planilha de aquisição de materiais e quais os trâmites burocráticos para aquisição de materiais.
 
Estes desafios são parte do processo de construção e desenvolvimento conjunto deste Programa que vai muito além da assistência técnica. Trata-se de uma maneira adequada de intervenção no ambiente, visando a auto sustentabilidade sócio ambiental.
 
Esta atividade faz parte dos Subprojetos Ambientais, no âmbito do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável - Microbacias II - Acesso ao Mercado, da SMA, financiado pelo Banco Mundial, e é realizado pela Akarui nas cidades de São Luiz do Paraitinga e Natividade da Serra. Para conhecer mais acesse PDRS.
 
Texto Aline Carvalho e ABeCom / Foto Aline Carvalho