Meio Ambiente

Vem aí a V Feira de Trocas de Sementes Crioulas e Mudas de Cunha e Região

Reservem suas agendas!!! O Grupo de Agricultores Familiares Agroecológicos de Cunha – GAFAC e a SerrAcima convidam para V Feira de Trocas de Sementes Crioulas e Mudas de Cunha e Região a se realizar no dia 11 de outubro de 2015. O evento em suas edições anteriores reuniu agricultores familiares das Serras do Mar e da Bocaina, assentados do Vale do Paraíba, Comunidades Tradicionais e Povos Indígenas para discutir e trocar experiências inovadoras e de resistência da agricultura camponesa e tradicional.

V Semana de Educação Ambiental - Nascentes do Paraíba

A “Semana de Educação Ambiental - Nascentes do Paraíba” foi instituída na Estância Climática de Cunha, para ser realizada, anualmente, na semana consoante ao “Dia da Nascente do Rio Paraibuna”, comemorado dia 23 de junho.
 
A V Semana de Educação Ambiental - Nascentes do Paraíba tem como objetivo:
 
 Contribuir para organização da comunidade e enfrentamento da crise hídrica. 
 

XII SIGA será dias 22 e 23 de agosto

É com grande prazer que o convidamos para a décima segunda edição do Seminário para Interação em Gestão Ambiental (XII SIGA) e para a quarta edição do Simpósio Científico de Gestão Ambiental (IV SIGA Ciência) que ocorrerão nos dias 22 e 23 de agosto. As inscrições de projetos para o IV SIGA Ciência estão abertas. Aproveite a oportunidade para compartilhar o seu projeto com o público presente no evento. Os autores dos projetos terão desconto na inscrição (os valores para ambos já estão disponibilizados no site do SIGA).
 

Vem ai a VI Feira de Troca de Sementes Crioulas de São Paulo

Com enorme prazer o Centro Vocacional Técnologico em Agroecologia e Produção Orgânica do Estado de São Paulo convida para a VI Feira de Troca de Sementes Crioulas de São Paulo.

Clique aqui para mais informações

Adriana Yazbek dá dicas para um Natal sustentável

Quer celebrar o Natal sem prejudicar o meio ambiente? Utilizar uma planta que você já tem em casa na hora de montar sua árvore, produzir enfeites com materiais reciclados e escolher pratos preparados com ingredientes orgânicos para a ceia são algumas das dicas que a designer Adriana Yazbek, especialista em sustentabilidade, oferece aos internautas, em vídeo produzido pelo Portal Casa, da Editora Abril.

SESC Interlagos organiza roda de conversa com Marcos Sorrentino

A equipe do Sesc Interlagos gostaria de convidá-los s a participar da roda de conversa aberta ao público com o educador Marcos Sorrentino, no dia 08 de novembro, às 14h, no Viveiro de Plantas do Sesc Interlagos (Av. Manoel Alves Soares, nº 1.100). Neste encontro, Sorrentino irá compartilhar suas experiências na área da educação ambiental e as relações desta área com as políticas públicas e a educação na zona sul de São Paulo. 
 

Silenciosamente, bilhões de abelhas estão sendo dizimadas, pondo em risco nossa produção de alimentos

Abelhas não apenas fazem mel – elas são uma força de trabalho imensa, polinizando 75% das plantas que cultivamos. Devido a esta importância, os EUA podem dar um passo em direção à proibição dos pesticidas tóxicos responsáveis pela mortandade das abelhas.
 

Caçapava sedia 1º Encontro de Educadores em defesa do Rio Paraíba

Caçapava foi sede da 108ª reunião mensal da Câmara Técnica do Comitê das Bacias Hidrográficas do rio Paraíba do Sul, que aconteceu sexta-feira, 25, no Parque Ecológico da Moçota. A câmara técnica é coordenada por Duva Brunelli, de São José dos Campos, responsável pelo gerenciamento ambiental da Sherwin Williams de toda América Latina.

Cinco países definem metodologia para inventário na Bacia do Prata

Mais de 20 milhões de pessoas vivem nas áreas que integram as Zonas Úmidas da Bacia do Prata, região que abrange Brasil, Bolívia, Argentina, Paraguai e Uruguai, além de abrigar áreas reconhecidas internacionalmente como Sítios Ramsar, Sítios do Patrimônio Mundial ou Reservas da Biosfera.

A ideia de desenvolvimento nega a identidade dos povos, diz Mia Couto na bienal do livro de Brasilia

A utopia do desenvolvimento sustentável foi o tema do debate que reuniu cientistas, escritores e até presidente da República na 2ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura, hoje (16), em Brasília. O escritor moçambicano Mia Couto criticou a ideia de que a natureza pode ser “controlada, administrada”. Para ele, é preciso localizar as razões pelas quais o mundo enfrenta, hoje, uma crise ambiental profunda: “Esse sistema não está mal porque não anda bem.